Astral da Semana: ‘Só desperte o amor do outro se for capaz de dar conta disto’

  • ADRIANA KASTRUP
  • (ESPECIAL PARA A MARIE CLAIRE)  –

Dizem que sonho é meio de transporte. É uma espécie de fio que costura o sentido das coisas. E os próximos dias nos brindarão com muitos deles: os possíveis, e os nem tanto… Contudo, não desista ainda. Observe que muitos sonhos se transformam em outros e que se desdobram em mais outros tantos. Os caminhos que nos levam em direção aos nossos desejos costumam ser intrigantes, desafiadores e, ao mesmo tempo, nos apresentam outras possibilidades que brotam umas das outras. Se você entender esta linguagem, faltará muito pouco para que alcance os seus anseios. Este é o pó de pirlimpimpim da semana, quiçá do resto do ano, e que funcionará como o tal fio para que tudo aquilo que não aconteceu, seja por falta de oportunidades ou por mera falta de fé, agora vai. Ah! Vai!

A semana será enfeitada pelo Arcano XVII, A ESTRELA, que, dentre outras coisas é a carta da felicidade. Mas comecemos antes disto: a palavra ARCANO significa dizer mistério, enigma. Fala daquilo que é profundamente secreto, incompreensível e difícil de desvendar. Quando eu era pequena, minha avó me ensinou a olhar para o céu e, ao ver a primeira estrela, exprimir um desejo sem usar qualquer palavra. Ela dizia que o universo não é capaz de compreender as palavras em si, mas sim, a energia que emanamos. Teremos, pois, momentos de fé, alegria e entusiasmo. Sermos guiadas, assim como os reis magos, por estrelas de luz que indicarão quais caminhos são prósperos, seguros e firmes. Apure a sua intuição e comece a agir. No cenário nacional, espere ainda por conflitos entre o judiciário e o executivo. Muita água para passar debaixo destas pontes palacianas. Veremos tentativas de esfriar conflitos entre as partes mais afetadas, todavia trazendo pouco sucesso. Este cabo de guerra tende a durar uns bons meses. No mundo financeiro, aos poucos, veremos movimentos mais estáveis e menos oscilações, mas por ora não é aconselhável alçar grandes voos. As operações conservadoras, de médio e longo prazo são as mais indicadas; as moedas virtuais continuam frágeis. Já no mundo do trabalho e dos negócios vale ousar um pouco mais. Apresente suas ideias, mostre seus projetos e arrisque. O astral se abre para campos e contatos novos e as pessoas estarão mais simpáticas ao receber o vanguardismo. Chame aquelas figuras que você admira, se aconselhe com eles e vá ver o que o mundo tem a te oferecer; só não vale mostrar mais do mesmo. As palavras que abrirão 2022 serão inovação e ousadia, desde que respaldadas por bases sólidas, sustentáveis e com o apoio da tecnologia.

Nos dias 26 e 27 de outubro você pode ser invadido por uma onda morna de escapismo, querendo colocar a culpa de suas desilusões nos outros, ou na vida, ou em quem quer que seja; menos em você. Atenção para não se sentir ou se tornar a “coitadinha”, vítima de tudo e de todos… Este é um caminho ruim, destrutivo e difícil de retornar. Já vi muita gente boa indo até o fundo do poço por não assumir as responsabilidades sobre suas escolhas. Cuide para que isto não aconteça com você. Já nos dias 28 e 29 a fé irá tomar conta de você trazendo esperanças e certezas que andavam malocadas lá dentro da gaveta do tal do escapismo. Se for o seu caso, procure as pessoas com quem deseja se reconciliar. O astral permite conversas, perdão, entendimento e acordos. O peso de determinadas atitudes será bastante aliviado por aqui. Também teremos dias de coragem e força para ir atrás do que mais queremos. Todavia, se precisamos de coragem é porque há desafios. Você pode ouvir um não precipitado de alguém, o silêncio proposital de outro ou respostas prometidas simplesmente esquecidas e deixadas para lá. Mesmo assim, não dê bola. Continue como se todos os caminhos estivessem abertos, por que de fato, estarão… Mas, pode ser que você não os identifique, assim, de cara. Ainda assim, vale pagar para ver.

No vasto e complexo universo dos amores, aquelas relações que verdadeiramente têm amor e onde o sentimento, apesar de todos os desgastes e obstáculos que a vida apresenta, têm como se refazer. Teremos dias de “cura” afetiva, regeneração e força de vontade para modificar o que for preciso em prol da nossa felicidade. Aqui todo tipo de comprometimento ou compromisso com o outro servirá como uma catapulta para o sucesso. Segundas chances são necessárias à vida; e este é um dos fios que costuram o sentido das coisas. Minha avó dizia que as pegadas das pessoas que andaram juntas nunca se apagam. Entretanto, a pegadinha aqui é não confundir uma relação bacana, temperada por histórias incríveis com o esconde-esconde barato e recheado dos fantasiosos e amorfos “oi sumida”. Neste caso, assim como em uma dieta detox, o melhor peso que você pode perder é o do outro. Veja, tem muita gente com o coração gigante tendo que procurar ajuda por causa da falta de responsabilidade afetiva do próximo. Obviamente, isto não tira o comprometimento do sujeito ou daquilo que ele “permite”, mas esta é outra discussão. O fato é que não se brinca com os sentimentos alheios. Só se pode despertar o amor do outro quem tiver a capacidade de dar conta disto. Gerar ansiedade e expectativas sem reciprocidade com quem corre junto é crueldade…

Escrito por Equipe Adriana Kastrup

Mais dessa categoria

Astral da semana: apure os cinco sentidos

Astral da semana: apure os cinco sentidos

Ressurreição. Acho que desta vez estamos vivendo, literalmente, a Páscoa recheada de todas as suas diversas e profundas interpretações.
Especialmente revendo o jeito de sermos gente.

ler mais

0 Comments

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.